Sábado, 17 de Outubro de 2009

Janela do amor

 

 

Esqueci de apagar o candeeiro do desejo

E adormeci olhando para uma janela

Meio aberta

Meio fechada

Meio iluminada

Meio apagada

Dando para um muro

Para um jardim

Para uma rua

Para o alcatrão

Para a verdura

Para a escuridão

Para a claridade…

A janela do amor faz-me adormecer!


publicado por o homem das pipocas às 09:34
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 16 de Outubro de 2009

Marselha-Olhão: Import/Export

Vivências em duas geografia!


publicado por o homem das pipocas às 19:10
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Outubro de 2009

Chocos com tinta

Volto já, disse-me ela, e saiu

deixando a porta aberta e

 os chocos em lenta chama.

Chocos com tinta:

Jantar romântico a dois!

Reencontrei-a seis anos depois:

Apagaste a chama?

Perguntou-me ela.

Longos a fritar estes chocos

com  tinta do amor:

umas vezes vermelha de paixão,

outras negra de dor!


publicado por o homem das pipocas às 22:10
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 13 de Outubro de 2009

Os Zés da Ilha

 

 

A onça de tabaco, o livro das mortalhas, os óculos de sol

Para esconder os estragos da noite,

Uma garrafa de cerveja sempre cheia de tédio,

 vazia de sonhos e de sensibilidade:

Os Zés da ilha demissionaram-se da realidade.

Cobram o reconhecimento por feitos passados

De um passado que nunca passou e, dormem ao abrigo

De um futuro dependente da meteorologia social.

Chegaram mal alimentados, mal alojados, mal casados

Permanecem bem bebidos, bem comidos, bem fumados:

Os Zés da ilha são os hippies da actualidade: enrolam o charro

Quotidiano sob o olhar critico das gaivotas ganzadas de liberdade

E de azul e de mar e de espaço e de paz e altivez…

Os Zés da ilha fecundam o tempo mudo

Projectando na tela da ilusão de um inacessível porto de abrigo.

Hibernam no inverno em marinada de cerveja e nicotina

Aguardando o Banho -Maria primaveril para ressuscitarem

No refogado estival com a chegada de amigos turisticamente generosos.

 


publicado por o homem das pipocas às 06:57
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2009

Tamera : A paz é possivel, o amor é viavel!

 

 


publicado por o homem das pipocas às 21:42
link do post | comentar | favorito

Insularidades

 

Horas longas, anseios sem objectivos, um deixar ir sem saber ao certo para onde. Nada impede o repouso, que pesa nem a meditação que incomoda. Dias que se acumulam a dias sem horas definidas. Indefinição existencial ou simplesmente navegação a olho nu. Frio ventoso num céu de intermitências azuis colado ao doirado arenoso da praia vazia de crianças e de correrias. O meu pensamento morre na limpidez líquida da ria. É neste palco que interpreto um acto solitário de uma tragédia sem fim: existir é preciso, viver também! As idas e vindas a uma cidade recente, que pouco ou nada tem em comum com a povoação vila da minha infância: outros tempos, outras rotinas, outros olhanenses ou… os mesmos com outros hábitos! Na rua das lojas, no Café com o mesmo nome do Ontem da minha juventude, vejo desfilar mulheres, quase todas elas feias e desajeitadas caminhando sob pernas pequenas e rectilíneas que servem de pilares a um estômago projectado para o exterior. Caminham para a prisão de um emprego deixando para trás bafos de um perfume made in China adquirido nas actuais lojas repletas de quinquilharia asiática onde antes se vendiam produtos made in Cá. Os novos proprietários olham-nos com olhos em amêndoa e sorrisos amarelos! 


publicado por o homem das pipocas às 15:08
link do post | comentar | favorito
Domingo, 11 de Outubro de 2009

Noite às moscas


Sinto ainda os estragos provocados pela intensidade das palavras, das investidas verbais do meu interlocutor. Troquei o descanso pelo diálogo filosófico e passei a noite inteira a falar não para as moscas, mas com a mosca. Isso mesmo! A mosca! A mosca intrusa, a mosca que me metralhava com questões sobre o Existencialismo e que insultava repetidamente J.Paul Sartre, acusando-o de racista anti-mosca, de misógino insecticida... Tentei a defesa do francês, argumentando que a sua acção e as suas teorias conjuntamente com a sua Simone de Beauvoir contribuíram para a emancipação politica e social da mulher. A minha tentativa provocou um autêntico estado de cólera na mosca anti-sartre que num bater de asas ensurdecedor não parava de gritar: " Sartre provoca-me náuseas". Sartre era feio, mais feio enquanto homem do que eu enquanto mosca.

 Não consigo recordar o resto da discussão. Sei apenas que acordei cansado e com a cabeça cheia de moscas. Vou parar de ler os existencialistas do século passado!!!  

 


publicado por o homem das pipocas às 16:50
link do post | comentar | favorito
Sábado, 10 de Outubro de 2009

Marés Mortas

Do outro lado

que dá para o

Quintal de África, o desassossego do

Mar faz chegar aos meus sentidos

Uma melodia atlântica.

O sueste adormece-me

e sonâmbulo

Entre as algas e o lodo de recordações que

Julgava definitivamente submersas na baixa-mar

Da minha memória.

Aceito constrangido os magros lucros da

Faina comum: éramos pescadores de sonhos,

Somos escravos de realidades!

A maré da nossa existência atingiu o coeficiente máximo.

Outros mares nos esperam, outras caravelas nos levarão

Para novas descobertas

porque a utopia é a nossa estrela polar.

Que bons ventos te acompanhem no rumo que traçares!

Do lado de lá,

o desassossego do mar impede que a inércia

Da nostalgia embarque na traineira da minha vida!


publicado por o homem das pipocas às 16:38
link do post | comentar | favorito

Olhão " Berço da minha Infância"

 

 


publicado por o homem das pipocas às 16:30
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Outubro de 2009

POst it

 

Post-it

Cola o selo

Tu, eu e ele

Perdi-me na nostalgia

Em pleno dia

Sempre em trânsito

Divago, não hesito

Tenho o cérebro exilado

No teu passado

Post-it

De ti para mim

Gaivota matinal

Presente traçado

Em papel vegetal

Transparência adesiva

Ausência corrosiva

Poeiras da memória

Sob a chuva outonal

Tenho o cérebro exilado

E o coração ao teu lado

Post-it

De mim para ti


publicado por o homem das pipocas às 07:21
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 1 seguidor

.pesquisar

 

.Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25

27
28


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. O lado obscuro

. O cansaço de Ana

. Exuberância do egoismo

. A mentira reina sobre o m...

. ...

. ...

. Janela do amor

. Marselha-Olhão: Import/Ex...

. Chocos com tinta

. Os Zés da Ilha

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Setembro 2010

. Janeiro 2010

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

SAPO Blogs

.subscrever feeds